Depois da nomeação para melhor disco europeu com “Drifter” e de cinco digressões europeias nos últimos dois anos, os First Breath After Coma regressam em 2019 com “NU”, editado pela Omnichord Records.

Um álbum visual da CASOTA Collective, num alinhamento narrativo com Rui Paixão como personagem principal. Está talvez aqui a obra e o risco maior da banda leiriense mais internacional e prolífica do momento.

Com “NU” viram o seu som do avesso, metem os pés no futuro, e destemidos reescrevem o seu percurso e sonoridade. Já seleccionados para diversos festivais de cinema, confirmados no Festival Paredes de Coura, os First Breath After Coma entram pelo Festival A Porta numa ascendência bonita de se ver e acompanhar.