First Breath After Coma 24h, inauguração da Casa Plástica, K-X-P e muito +

E eis que sexta-feira 14 de junho é dia da abertura oficial da 5ª edição do Festival A Porta.

O programa de abertura terá lugar na Casa Plástica – Antigo Edifício EDP (maps), tem entrada grátis e inclui:

-às 19h00 a inauguração da exposição colectiva Nada muda de forma como as nuvens, a não ser os rochedos” com curadoria de João Pedro Fonseca e Lara Portela que mostra o trabalho de mais de 20 artistas de várias disciplinas artísticas. Paralelamente, a primeira apresentação de Sob o Mesmo Céu, projeto focado na comunidade juvenil da Quinta do Alçada nos Marrazes, que visa ampliar políticas de desenvolvimento social e de atuação no espaço público. Serão mostradas maquetes, fotografias e áudios, deste projeto promovido pela InPulsar – Associação para o Desenvolvimento Comunitário, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, através da iniciativa PARTIS, e da Fundação Millennium para esta primeira apresentação.

– às 19h30, os First Breath After Coma iniciam uma maratona sónica com a duração de 24h, uma performance duracional que testa os limites do som como matéria plástica de exploração. Para esta prova de resistência, experimentação e criatividade, a Casa Plástica fica aberta ao público toda a noite de 14 para a 15 junho, e a performance termina no dia seguinte às 19h30. A banda da Omnichord Records é este ano artista residente na Porta, e ao longo dos 10 dias de festival vão apresentar o álbum NU em concerto, bem como mostrarão o respectivo álbum visual, participando igualmente do programa Villa Omnichord, a 20 junho na Villa Portela.

– às 21h30, o dinamarquês Casper Clausen, também conhecido como vocalista de Liima e Efterklang, apresenta o seu projeto a solo, Captain Casablanca, um concerto de música em fluxo, performance e vídeo.

A partir das 23h, o Festival A Porta abre as portas da Stereogun, para às 00h acolher o concerto dos finlandeses K-X-P, e até madrugada ficar a dançar com djsets de Peregrino e Themoteo Suspiro. A entrada vale 5 euros e dá direito a uma cerveja Super Bock.

Este será só o pontapé de saída para 10 dias de música, workshops e actividades para famílias, artes visuais, educação pela arte e 1001 Portas que celebram a cidade de Leiria e as suas diversas comunidades.

2019-06-18T14:42:37+00:00