Rigo Pex é um homem-festa. Na Guatemala, estudou teatro musical, piano e musicologia. Formou um colectivo de electrónica e organizou raves para mais de 8.000 pessoas.

Ligou-se à arte contemporânea, experimentou instalações sonoras e apresentou o seu trabalho nos 4 continentes, até instalar-se em Barcelona. Aí, começa a fazer música com gameboys, vídeo-jogos e computadores obsoletos e trabalha como programador num espaço da La Fura dels Baus, definindo as premissas da sua atividade como MENEO: chiptune, vírus da internet, performances tresloucadas e dj sets nudes.