Débora Umbelino tem 23 anos e é mais conhecida pelo nome artístico de Surma. Nasceu e cresceu na pequena aldeia de Vale Do Horto, onde começou, desde cedo várias aventuras com projectos musicais. 

Venceu o ZUS! em 2014 com os Backwater & The Screaming Fantasy e em 2015 começou Surma, que rapidamente correu o país em dezenas de concertos e começou a despertar a atenção do público e da imprensa. “Antwerpen”, o seu disco de estreia, mereceu aclamação generalizada que a colocou num lugar cimeiro dos novos valores da música nacional. Nos últimos dois anos apresentou-se ao vivo mais de 200 vezes e por 16 países. Correu os principais festivais e salas de Portugal, e no estrangeiro foi do South By Southwest ao mítico clube Londrino 100 Club, do holandês Eurosonic ao islandês Icelandic Airwaves ou ainda ao Brasileiro SIM São Paulo. Continua vários trabalhos e residências colaborativas, mantém-se, desde 2016, como solista convidada dos Concertos para Bebés e foi responsável pela banda sonora da recente longa-metragem “SNU” e concorrente e finalista da última edição do Festival da Canção.

Surma integra a programação Villa Omnichord que ocupa a Villa Portella a 20 de junho. Convida os músicos Joana Guerra e João Hasselberg.